Você gostaria de conhecer a verdadeira história de Maria Padilha da Estrada e suas orações?

Pois bem! Á seguir, temos 3 vídeos: o primeiro deles conta a verdadeira história de Maria Padilha da Estrada, o segundo contém uma oração de Maria Padilha da Estrada e o terceiro vídeo é composto por dois pontos cantados de Maria Padilha da Estrada.

Aproveite!

A Verdadeira História de Maria Padilha da Estrada

Oração de Maria Padilha da Estrada

A oração de Maria Padilha da Estrada abaixo é uma oração de amarração.

Minha poderosa, linda e jovem MARIA PADILHA DA ESTRADA, gira tua saia poderosa e traga (nome do amado) para mim.

Vá minha poderosa Pomba Gira, vá agora ao encontro de (nome do amado) e sopre meu nome (seu nome) em seu ouvido.

Vá minha Pomba Gira da falange de Oxum, rainha do ouro, da beleza e da sedução, traz esse homem pra mim, prometo divulgar diariamente seu nome e seus poderes.

Faz com que nesse exato momento ele pense em mim, e não tenha sossego enquanto não me telefonar, enquanto não olhar nos meus olhos, enquanto não sentir novamente o gosto de minha boca, do meu beijo.

(Nome do amado) não terá paz, não conseguirá se concentrar no trabalho, traz minha MARIA PADILHA DA ESTRADA esse homem pra mim, me dê essa alegria.

Faz com que (nome do amado) tenha agora um amor incontrolável por mim, que me deseje, que (nome do amado) não sossegue enquanto não me ver.

Que ele sinta meu desprezo por ele e venha atrás de mim. Faça minha Maria Padilha da Estrada que eu tenha forças para não procurá-lo até que ele me procure.

Que ele fique encucado com minha demora em procurá-lo. Traz POMBA GIRA (nome do amado) para mim, ESPALHE exu, ESPALHE pomba gira, gira tua saia e vai de encontro ao meu homem, e traga ele pra mim.

Que assim seja feito, Assim está sendo feito. Sei que serei atendida hoje, divulgarei teu nome como oferenda a esse pedido.

ESPALHE AXÉ, ESPALHE MARIA PADILHA DA ESTRADA poderosa e formosa.

AMÉM.

2 Pontos Cantados de Maria Padilha da Estrada

Maria Padilha da Estrada é uma linha de atuação da falange de Maria Padilha.

Veja Também >>  Maria Padilha do Cruzeiro (Pontos Cantados e Orações)

Quem é Maria Padilha da Estrada?

Pelo nome, devemos analisar as características das donas Padilhas e das Pombogiras que trabalham na Estrada.

Exus e Pombogira na linha da Estrada são os mais brincalhões. Suas consultas são sempre recheadas de boas gargalhadas, porém é bom lembrar que, como em qualquer consulta com um guia incorporado, o respeito deve ser mantido e, sendo assim, estas brincadeiras devem partir SEMPRE do guia, e nunca do consulente.

São os guias que mais dão consultas em uma gira de exu, se movimentam muito e também falam bastante, alguns chegam a dar consulta a várias pessoas ao mesmo tempo.

Nesta linha, trabalham vários espíritos, desde os exus da Estrada propriamente dita, como também os Ciganos e a malandragem.

Também se encaixam nesta linha alguns espíritos, que apesar de já terem atingido certo grau de evolução, optaram por continuar sua jornada espiritual trabalhando como Exus.

Como toda Padilha, gosta de champanhe, licor de anis, martini e mel. Contudo, por trabalhar muito próxima da malandragem, pode preferir cerveja ou cachaça.

Seus ebôs (Candomblé) são pata preta, pomba preta, cabra preta, levando fubá de milho e azeite de dendê.

Fuma cigarros [alguns médiuns explicaram que ela gosta do Hollywood vermelho] e cigarrilhas.

Suas oferendas nunca devem ser feitas nas encruzilhadas, apenas nas estradas.

Gosta de jóias, perfumes, cosméticos e espelhos; rosas vermelhas (nunca botões) em número ímpar, cravos e palmas vermelhas.

Seus símbolos são o tridente, o pássaro, a Lua, o Sol, a chave e o coração.
As cores de suas velas serão de acordo com o trabalho a ser realizado, podendo ser pretas e vermelhas, todas vermelhas e, em certos casos, pretas e brancas ou, ainda, todas brancas.

Veja Também >>  Quântica Guiada - Oração e Meditação Quântica Conduzida

Algumas se apresentam como ciganas, outras gostam de usar um chapéu igual ao que os malandros usam.

Moça bonita e formosa que, quando “chega” no terreiro, gosta de beber, fumar e, principalmente, conversar com quem a agrada.

Odeia injustiça. Domina os caminhos, as estradas por quais todos passam.
Mulher de respeito, forte e determinada.

Adora trabalhar para o amor. Em alguns sites, há a informação que, não sabe-se se é regra, esta senhora trabalha junto da lebara Padilhinha do Inferno.

Quando estão em terra, bebem, conversam e resolvem os problemas juntas. Mesmo depois de terem desencarnado, mantiveram a amizade.

Ponto Cantado de Maria Padilha da Estrada

Compartilhe Esta Página:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *