Salmo 91 e 25 – Qual a Relação Entre Esses Dois Salmos?

Como todos sabem, o salmo 91 é o salmo mais famoso de todos e o mais recitado para proteção e banimento.

É um salmo que afirma que quem crê em Deus está a salvo e é uma afirmação de fé, porque Deus não abandona quem acredita Nele.

É um salmo que mostra como Deus no protege para que não tenhamos medo em nenhum momento, pois somente aqueles ao nosso redor, que se colocam como nossos inimigos, é que cairão.

Somente essa descrição do salmo 91 já mostra como ele é forte, tem palavras firmes e uma mensagem vigorosa.

Mas o que este salmo tão animoso tem em relação com o salmo 25? Será que eles se completam?

Leia os dois salmos á seguir para que possamos refletir…

Salmo 91

Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.
Direi do Senhor: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.
Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa.
Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel.
Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia,.
Nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia.
Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti.
Somente com os teus olhos contemplarás, e verás a recompensa dos ímpios.
Porque tu, ó Senhor, és o meu refúgio. No Altíssimo fizeste a tua habitação.
Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda.
Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos.
Eles te sustentarão nas suas mãos, para que não tropeces com o teu pé em pedra.
Pisarás o leão e a cobra; calcarás aos pés o filho do leão e a serpente.
Porquanto tão encarecidamente me amou, também eu o livrarei; pô-lo-ei em retiro alto, porque conheceu o meu nome.
Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei.
Fartá-lo-ei com longura de dias, e lhe mostrarei a minha salvação.

Salmos 91:1-16

Salmo 25

A ti, SENHOR, levanto a minha alma.
Deus meu, em ti confio, não me deixes confundido, nem que os meus inimigos triunfem sobre mim.
Na verdade, não serão confundidos os que esperam em ti; confundidos serão os que transgridem sem causa.
Faze-me saber os teus caminhos, Senhor; ensina-me as tuas veredas.
Guia-me na tua verdade, e ensina-me, pois tu és o Deus da minha salvação; por ti estou esperando todo o dia.
Lembra-te, Senhor, das tuas misericórdias e das tuas benignidades, porque são desde a eternidade.
Não te lembres dos pecados da minha mocidade, nem das minhas transgressões; mas segundo a tua misericórdia, lembra-te de mim, por tua bondade, Senhor.
Bom e reto é o Senhor; por isso ensinará o caminho aos pecadores.
Guiará os mansos em justiça e aos mansos ensinará o seu caminho.
Todas as veredas do Senhor são misericórdia e verdade para aqueles que guardam a sua aliança e os seus testemunhos.
Por amor do teu nome, Senhor, perdoa a minha iniqüidade, pois é grande.
Qual é o homem que teme ao Senhor? Ele o ensinará no caminho que deve escolher.
A sua alma pousará no bem, e a sua semente herdará a terra.
O segredo do Senhor é com aqueles que o temem; e ele lhes mostrará a sua aliança.
Os meus olhos estão continuamente no Senhor, pois ele tirará os meus pés da rede.
Olha para mim, e tem piedade de mim, porque estou solitário e aflito.
As ânsias do meu coração se têm multiplicado; tira-me dos meus apertos.
Olha para a minha aflição e para a minha dor, e perdoa todos os meus pecados.
Olha para os meus inimigos, pois se vão multiplicando e me odeiam com ódio cruel.
Guarda a minha alma, e livra-me; não me deixes confundido, porquanto confio em ti.
Guardem-me a sinceridade e a retidão, porquanto espero em ti.
Redime, ó Deus, a Israel de todas as suas angústias.

Salmos 25:1-22

Reflexão

O salmo 25 é um salmo de entrega a Deus, onde o orador aposta todas as suas fichas em Deus, confiando que apenas aqueles que infringirem as Leis de Deus serão punidos.

Realmente, é um salmo de entrega, onde a pessoa escolheu, sem dúvidas, o caminho de Deus e quer aprender a sabedoria de Deus.

Deus sempre foi bom e misericordioso e é com essas qualidades que Deus nos olha.

O salmo 25 nos mostra que Deus ensinará o caminho do bem para aqueles que caíram no salmo 91, ou seja, os nossos inimigos e pessoas ruins para o qual pedimos banimento.

Dará justiça aos bons, mas não punindo os maus, e sim sendo misericordioso e, com amor, ensinará a eles o verdadeiro caminho a escolher.

Através do salmo 25, Deus nos mostra que ainda há salvação para aqueles inimigos que combatemos no salmo 91.

Deus faz uma aliança com todos nós, porque tem uma missão para cada um de nós e, por isso, também, o salmo 25 está correlacionado com o salmo 91, porque o salmo 25 chama a atenção de Deus para cuidar de um sentimento ruim causado pelos nossos inimigos: a aflição.

Os versículos do salmo 25 clamam por livramento e perdão, alerta sobre os inimigos cruéis que se multiplicam e, claro, pede proteção, assim como o salmo 91.

No salmo 25, reafirmamos que, enquanto tivermos fé em Deus, estaremos isentos do mal.

O salmo 25 pode ser orado logo após o salmo 91 para reafirmá-lo e para acalmar, sabendo que os inimigos não triunfarão e Deus, com toda sua misericórdia e benigdade, irá encaminhá-los para o bem.

E você? Concorda com essa reflexão? Qual a sua opinião?

Compartilhe Esta Página:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *